segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Como avaliar na Pulsologia?



Já imaginou receber um diagnóstico após o simples dedilhar sobre os pulsos do outro pode parecer, no mínimo, de eficiência questionável? Assim funciona a pulsologia, uma técnica de diagnóstico usada pela medicina chinesa de que se tem notícia há mais de 7 mil anos.

O exame do paciente tem por objetivo identificar os desequilíbrios energéticos, e pode ser feito de várias maneiras, sendo a palpação dos pulsos o modo mais relevante.

Cada órgão, com suas funções, é regado de energia por um meridiano específico. A pulsologia avalia a qualidade e a quantidade de energia dentro desses meridianos e a interação entre eles

A palpação do pulso é utilizada desde a antiguidade, mas só os chineses a usaram para exame de todas as funções orgânicas do corpo. É através da pulsologia chinesa que podemos sentir a essência do paciente, ou seja, o que foi, o que é, e o que será.

Diversos pulsos podem ser examinados, mas o mais importante é o pulso radial. O método diagnóstico do pulso radial é conhecido como Teoria dos 14 Pulsos Radiais. Utiliza a palpação sobre a artéria radial, em três segmentos (ou pontos), distinguindo-se três níveis de profundidade em cada ponto.
Os segmentos palpados durante o exame coincidem com os pontos do meridiano do pulmão. Assim, temos o primeiro segmento localizado entre a base do polegar e a apófise estilóide do rádio, sobre o P9; o segundo segmento é o que cobre a apófise estilóide do rádio, sobre o P8; e o terceiro segmento está imediatamente após a apófise estilóide do rádio, sobre o P7.
Os órgãos e funções estão representados da seguinte forma: funções yang no nível mais superficial e funções ynn no nível mais profundo, sendo que num mesmo segmento, estas funções são acopladas.
Ainda respeitam o ciclo de engendramento (produção), sendo FOGO (ministerial) --> TERRA --> METAL no pulso direito do paciente e ÁGUA --> MADEIRA --> FOGO (imperial) no pulso esquerdo do paciente, sempre na seqüência de P7 --> P8 --> P9. Resumindo, temos o seguinte esquema:


Características à serem observadas no pulso:

Regularidade                      
Ritmo                                
Intermitência                    
Consistência                                  
Freqüência
Força/ Intensidade
Comprimento/ Largura
Amplitude

Alguns fatores que devem ser considerados na avaliação:

Hora (chinesa = 120 min)          
Estação                                          
Posição do paciente                                
Atividade X Repouso                  
Sexo (masc. mais duro e forte)  
Adulto (cheio e amplo)              
Criança (mais rápido)
Obeso (mais profundo)
Intelectuais e anciões (mais débil)
Pós-refeição (amplo, forte e lento)
Pós-álcool (mais rápido)

Tendo em vista estas e outras informações (como a sintomatologia), podemos examinar o paciente, concluir um diagnóstico e traçar uma conduta a fim de restabelecer o reequilíbrio energético.

O curso sobre Pulsologia, por meio da Educação a Distância, oferece ao participante de Medicina Alternativa o conhecimento sobre medicina tradicional chinesa, terapia holística, energia vital e muito mais.

Popular

Contato

Contato

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Newsletter