segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Saiba mais sobre a Engenharia Biomédica

http://www.biolab.eletrica.ufu.br/simposios/viiseb/images/photos/780x475-02.jpg

A Engenharia Biomédica surgiu como curso de graduação há poucos anos e  já assumiu um lugar de destaque dentre os cursos de Engenharia, tendo em vista a grande necessidade de utilizar a tecnologia em prol da Medicina, buscando soluções eficazes nos diagnósticos e na prevenção de problemas de saúde.

Então, ela desenvolve e produz próteses, equipamentos e instrumentos médicos. Estuda o organismo humano sob o ponto de vista da Engenharia, combinando conhecimentos de Química, Física, Biologia, Medicina e Bioinformática para prevenir, diagnosticar e tratar doenças.

Para quem é a Engenharia Biomédica?

Cobrindo todos estes ramos de atividade, de modo interdisciplinar e multiprofissional, a Engenharia Biomédica não só contribui na área de saúde, mas também para os desenvolvimentos científicos, econômicos e sociais. Isto permite que um grande número de pessoas, com formações e vocações diversas, encontrem na Engenharia Biomédica a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos técnicos e científicos e de atuar nas fronteiras do conhecimento. De um modo geral, todos os profissionais das área de saúde, engenharias e ciências exatas podem atuar em Engenharia Biomédica.

Como é o curso de Engenharia Biomédica?

O curso de Engenharia Biomédica possui uma grande interdisciplinaridade, possuindo matérias comuns à Engenharia como Matemática, Física e Química, além de Biologia e matérias relacionadas à Tecnologia da Informação (TI), como Desenvolvimento de Software e Eletrônica. As Ciências Médicas e Biológicas também estão presentes durante curso, com disciplinas como Anatomia, Fisiologia e Bioquímica, entre outras.

Qual é o mercado de trabalho?

Por ser uma área interdisciplinar, a formação dos profissionais ocorre majoritariamente na pós-graduação. Os profissionais da mesma são requisitados, não só para atuarem em Engenharia Biomédica, como também nas áreas correlatas de processamento de sinais, instrumentação científica, informática e projetos e manutenção de sistemas e instrumentais complexos.

Universidades, centros de pesquisas, industrias, empresas de serviços e hospitais são os principais empregadores dos Engenheiros Biomédicos.



Popular

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contato

Contato

Newsletter