quarta-feira, 8 de junho de 2016

Sabendo mais sobre a Dermatoglifia

http://s1.static.brasilescola.uol.com.br/artigos/b541d762435896379e8ca1984d61f32e.jpg?i=http://brasilescola.uol.com.br/upload/conteudo/images/b541d762435896379e8ca1984d61f32e.jpg&w=302&h=293&c=FFFFFF&t=1

A busca pela performance em grandes eventos esportivos levou a medicina do esporte a pesquisar novas formas, não apenas de treinamento, mas de potencializar habilidades já inclusas nos atletas. Descobriu-se que a herança genética influencia, e muito, durante a prática de exercício físico.

Ainda se falando em genética, nas últimas décadas vem se desenvolvendo e se afirmando uma técnica chamada de Dermatoglifia, utilizada para se traçar as características genéticas de um indivíduo nos aspectos de ser mais ou menos resistente à fadiga, ter mais ou menos força pura, mais ou menos coordenação, onde essas informações poderão servir como base para a confecção de um treinamento que vise à performance e ou qualidade de vida

O Estudo da dermatoglifia é realizado com três tipos de desenhos encontrados nas digitais dos dez dedos do indivíduo: arco, presilha e verticilo.

A dermatoglifia vem sendo bastante utilizada na área do desporto, pois através dessa é possível analisar as qualidades físicas de um atleta através das digitais. Dessa forma, é possível direcionar o atleta para a área ou posição que ele tem maior aptidão, entre outros. Para o desporto, os desenhos das digitais têm os seguintes significados:

- Arco: muita força, porém baixo nível de coordenação motora.

- Presilhas: velocidade e explosão.

- Verticilo (rodamoinho): força, velocidade e resistência.


Quanto à dermatoglifia, considera-se que as impressões digitais (ID) são marcas genéticas universais, que permitem uma ampla possibilidade de diagnósticos nas áreas da patologia, da etnografia, dos esportes e das profissões que atuam em situações de risco, sob dependência ou exigência, próximas ao máximo de suas capacidades físicas.

A prescrição de atividade tem que obedecer a particularidade de cada ser humano, respeitando todos os aspectos físicos e também diários, são os fatores chamados fenótipos e genótipos. Os fatores fenótipos baseiam-se nos fenômenos diários, são relacionados ao estilo de vida, a alimentação, ao sono, ao uso de álcool ou drogas, ao trabalho e demais atividades desempenhadas pelo ser. Já o fator genótipo trata-se da herança genética transmitida através dos genes dos pais para os filhos.

Popular

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contato

Contato

Newsletter