segunda-feira, 16 de maio de 2016

Musculatura e movimento em Equinos

http://www.biosphera.com.br/imagens/equine-anatomy/horse.jpg

A anatomia funcional é a ciência que estuda as estruturas relacionando-as com suas funções. A partir dos conhecimentos anatômicos e funcionais dos equinos podemos entender e estabelecer relações entre partes dos equinosl e a mobilidade do mesmo dentro de suas diversas utilizações.

No desenvolvimento natural do fenômeno do movimento, vários músculos estão sempre envolvidos ao mesmo tempo ou alternadamente. Os músculos que atuam no mesmo sentido são sinérgicos, e os que atuam em sentidos opostos são antagônicos. Durante o fenômeno do movimento, podem ser diferenciados um ponto fixo e um ponto móvel. Nesse caso, o ponto fixo representa a parte que, via de regra, permanece imóvel em relação a uma base firme ou ao tronco do corpo. O ponto móvel é, em razão da porção menor, a parte que se movimenta. O resultado real da ação de um músculo é deduzível somente a partir da observação de sua origem, de seu decurso e de sua inserção, por um lado, e, por outro, do seu centro de rotação, o hypomochlion (apoio da alavanca ou calço).

Dvd de Anatomia em Equinos

Os principais movimentos naturais (por exemplo, respiração, passo, trote, galope) decorrem ritmicamente sob a atuação alternada de contração e relaxamento de grupos de músculos de ação antagonistas. Nesse caso, os músculos estão em repouso e em tensão ao mesmo tempo, o que se constitui no tônus muscular, resultante de uma excitação refletora permanente. Se, por exemplo, o tônus muscular for diminuído por uma narcose, ocorrerá uma hipotonia. Muitos músculos desempenham pela manutenção do tônus muscular, a função específica de manter-se em posição estática. Eles podem ser apoiados passivamente através de anexos tendíneos.

Inicia-se um movimento visível quando é superada uma posição inicial contra o tônus muscular do antagonista e contra a resistência. Estabelecendo-se o aumento da situação da tensão muscular (contração isométrica), segue, em decurso contínuo, a verdadeira contração do ventre muscular através do encurtamento das fibras musculares (contração isotônica).

A mecânica muscular em uma articulação ocorre conforme uma alavanca. De acordo com o número de articulações envolvidas no movimentos, os músculos podem ser divididos em: músculos de uma articulação; músculos de duas articulações; músculos de várias articulações.

As articulações se movimentam juntas em uma contração muscular ("articulação dependente"), e outras se movimentam em conjunto ("articulações combinadas facultativas").

De acordo com a ação funcional dos músculos em uma articulação, as seguintes especificações podem ser feitas: extensor; flexor; adutor; abdutor; rotador pronador ou supinador; esfinctérico; dilatador; elevador; depressor.

Popular

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contato

Contato

Newsletter