quinta-feira, 14 de maio de 2015

Equilíbrio emocional e a Educação Física Escolar

http://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/aprendizagem/curriculares_edfisica_290_ok.jpg

Desde o Ensino Infantil até o fim do Ensino Médio as aulas de Educação Física fazem parte do cotidiano dos alunos das escolas públicas e privadas do Brasil. Para a maioria das pessoas, o tal senso comum, a finalidade única da disciplina é fazer exercícios e ensinar regras de diferentes modalidades de esportes. Mas é muito mais do que isso. Além dos benefícios físicos da prática esportiva, a Educação Física pode desenvolver competências e habilidades sociais, psicológicas, motoras e cognitivas!
Ganhar, perder, errar, jogar com a incerteza... são situações comuns na vida. A boa Educação Física deve desenvolver o controle psicológico dos alunos sob a adversidade. A pessoa precisa aprender a lidar com o sucesso e o fracasso.

Afinal de contas, não é só no esporte que precisamos ter controle. Mas como isso pode ser trabalhado nas aulas? É preciso criar situações em que os alunos tenham de lidar com a frustração. Terminar um jogo assim que uma equipe faz um ponto a mais, e até montar times mais fortes que o outro, propositalmente.

Essa concepção do ensino de Educação Física parte de um conceito que entende o ser humano como um animal estruturado por corpo, razão e emoção.

A utilização da Educação Física como componente psicológico é um passo a frente na constituição da criança/adolescente.

Popular

Contato

Contato

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Newsletter