domingo, 7 de setembro de 2014

Medicina Veterinária exige vocação e gosto por animais

http://4.bp.blogspot.com/-_UQsb2PTo2o/TmoDHgPrwZI/AAAAAAAAAoM/aQ852S6JmVc/s1600/veterinario-5-think-TL.jpg

Gostar de animais é apenas uma das aptidões necessárias a quem desejar ser um médico veterinário. Ter vocação e o desprendimento de cuidar e tratar do animal, além de estar ciente de que deve estudar bastante e ser dedicado são outras características  para aqueles que querem se tornar um profissional da área.

Outro pensamento recorrente é o de que "veterinário só serve para cuidar de cães e gato. Porém, há um leque de opções bem amplo, como o trabalho em supermercados, de apoio à criação e produção de animais, cirurgias, clínicas de grandes e pequenos animais, além da reprodução e inseminação artificial, cujas técnicas hoje se encontram bem adiantadas. Há ainda a atuação em laboratórios, área que ainda é carente de profissionais no Estado.

Ainda com relação ao mercado de trabalho, não há saturação de profissionais. Existe, sim, a exigência por profissionais competentes. Aqueles que não se enquadram nessas exigências, que cada vez ficam mais intensas, ficarão sem oportunidades.

Uma lei federal de 1966 estabelece o piso salarial para médicos veterinários em seis salários mínimos (o que daria R$ 2.790,00), embora muitos profissionais ganhem menos do que isto. Pablo diz que a faixa salarial varia entre R$ 800 e R$ 1.000; um veterinário em topo de carreira chega a obter ganhos de aproximadamente R$ 8 mil.

As Prefeituras são obrigadas a terem pelo menos um veterinário concursado, mas acabam desprezando a determinação ou não seguem a remuneração devida. Muitos profissionais têm que trabalhar em mais de um local além do serviço público.

A escassez de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado é uma realidade que os profissionais recém-formados têm que lidar. As faculdades formam profissionais com uma visão generalista, para que o estudante perceba as possibilidades dentro da carreira. Não adiantaria formar apenas um tipo de veterinário, se ele não terá a oportunidade de crescer profissionalmente.

Um conselho  para futuros acadêmicos é conhecer tudo o que for possível sobre a Medicina Veterinária. Além de se informar sobre a carreira, é bom que o estudante visite a faculdade na busca por maiores esclarecimentos. Fazer teste vocacional e ter gosto pelos estudos - pois o ritmo de escola e faculdade dista bastante -, são requisitos que devem ser considerados. Para ter sucesso na carreira é necessário ser um profissional competente. Sendo um estudante competente, com certeza se chega lá!.

Popular

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contato

Contato

Newsletter